quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Ponderações

 

“Não valia a pena. Dessa vez, diferente de quase todas as outras, não valia a pena reviver sentimentos desagradáveis simplesmente para tentar colocá-los para fora e analisa-los em perspectiva. Não queria, tampouco precisava disso.

Durante todo o tempo, pensou em tudo o que gostaria de dizer e até mesmo elaborou uma dúzia de boas frases. Considerou, ponderou e optou por esperar mais um tempo, até que a cicatriz se fechasse corretamente e não corresse o risco de se abrir e estragar tudo de novo.

Pois bem, esperou e continuou ponderando. Por fim, percebera que não importava o quanto fosse escrever sobre aquilo, não ia ajudar. Meia dúzia de parágrafos não fariam o que nem o tempo conseguia fazer, isso porque, todos dizem, o tempo costuma resolver tudo.

Não valia a pena. Não valia a pena discorrer sobre um mal momento se correria o risco de deixar de lado o fato de que a véspera de todo o problema fora um dos melhores dias de sua vida.

Viveu um sonho, afinal de contas. Ainda que tenha sido só metade dele, não deixou de ser um sonho. E, de qualquer modo, nunca pensou que uma metade de sonho pudesse ser tão maravilhosa. Superou suas expectativas, que, admitia, eram grandes até demais.

Não valia a pena. Escrever sempre lhe significou dividir, fosse com si mesma, com os outros ou só com o editor de texto. E esse não era um sentimento que quisesse dividir.

Já que era assim, seguiria sua filosofia de evitar a fadiga e pouparia seus leitores de um drama desnecessário. No lugar disso, então, deixaria o tempo continuar tentando fazer o que os parágrafos não conseguiriam.

O tempo resolve tudo, é o que dizem.”

 

Aspirante Ouve: Eminem feat. Rihanna – Love The Way You Lie. E agora alguém me explica por que raios essa música me inspirou a vir finalmente escrever algo.

4 comentários:

  1. Despetar é saber que a vida doi

    ResponderExcluir
  2. Intrigante, como sempre.
    Tens a capacidade de estimular nossa curiosidade.
    Conta, conta, conta...

    ResponderExcluir
  3. Como sempre, amei.
    Bai

    ResponderExcluir